CPI instalada, viva a democracia!

Hoje, terça-feira, 14 de julho, finalmente foram iniciados os trabalhos da CPI da Petrobras no Senado. Após tantas manobras e protelamentos por parte dos senadores que apóiam o governo Lula, e da pressão forte que o planalto exerceu contra as investigações, teremos agora a possibilidade de acompanhar, via TV Senado, quem são os políticos que honram com seus votos recebidos da população.

A CPI, que tem maioria folgada de governistas, contrariou uma tradição da casa ao escolher relator também governista, após ter eleito chapa de presidente e vice. Mas isso não significará muita coisa se cada cidadão exercer seu direito de pressão e exigir isenção e patriotismo na condução dos trabalhos. Teremos que estar atentos e fazendo barulho, para não permitir que tudo termine em forma redonda, coberta de molho de tomate.

A próxima reunião da comissão será logo após o recesso de julho, no dia 06 de agosto às 10hs.

Abaixo, o nome dos senadores que compõem a CPI:

[G] Presidente da comissão: João Pedro (PT-AM)

[G] Vice-Presidente: Marcelo Crivela (PRB/RJ)

[G] Relator: Romero Jucá (PMDB-RR) – líder do governo no Senado

[O] Autor do requerimento: Álvaro Dias (PSDB-PR)

Demais membros:
[O] Sérgio Guerra (PSDB-PE) – presidente nacional do PSDB
[G] Ideli Salvati (PT-SC) – líder do governo no congresso
[G] Gim Argelo (PTB-DF) – vice-líder do governo no Senado
[G] Paulo Duque (PMDB-RJ)
[G] Jefferson Praia (PDT-AM)
[G] Valdir Raupp (PMDB-RO)
[O] Antônio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA)
[G] = Governistas                                  [O] = Oposição

 

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) finalmente caiu do berço esplêndido e colocou no ar um blog para repassar notícias e informações sobre a CPI. Segue o link:  PETROBRAS BLOG DA CPI

 

         Assista aqui Vídeo Clip da abertura da CPI no YouTube:

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

84 Respostas to “CPI instalada, viva a democracia!”

  1. Democracia Cubana Says:

    Violência contra a oposição

    Na hora da instalação da CPI da Petrobras, o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), registrou a violência que se estava cometendo contra a Oposição.Apesar de o PSDB e o DEM formarem a maior bancada na Casa, com 27 senadores, ficaram de fora do comando da CPI. Os governistas, com 8 dos 11 integrantes da Comissão, elegeram o presidente, o vice-presidente e o relator.

    http://petrobrasblogdacpi.blogspot.com/2009/07/violencia-contra-oposicao.html

  2. Pedro Says:

    Tal qual a CPI do Mensalão, para instalar a CPI da Petrobras Lula acionou a sua tropa de choque para eleger o presidente e o relator da CPI Mas, no Mensalão os fatos foram maiores que os coveiros que queriam enterrá-la…

  3. Vídeo MENTIROSO Says:

    “Lula insinua que a oposição quer privatizar Petrobras”

    http://mais.uol.com.br/view/276055

  4. Globonew Says:

    CPI da Petrobras agora no “Entre Aspas”

  5. Quem viver verá!!! Says:

    CONHEÇA O RELATOR DA CPI INDICADO PELO GOVERNO

    O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, denunciou o senador Romero Jucá (PMDB-RR) ao STF (Supremo Tribunal Federal) por crime contra o sistema financeiro relacionado a empréstimos firmados pelo líder do governo no Senado com o Basa (Banco da Amazônia) para a empresa Frangonorte –da qual foi sócio entre 1994 e 1996.

    O processo, que tramita em segredo de Justiça, reúne denúncias de que o senador teria usado recursos públicos obtidos pela empresa Frangonorte, de Roraima, no período em que foi um de seus sócios.

    Jucá é acusado de firmar empréstimos da ordem de R$ 3,5 milhões com o Basa mesmo com a Frangonorte registrada em cadastro de empresas inadimplentes. O STF tem que decidir se acata a denúncia do procurador. Após o encaminhamento da denúncia, Jucá deve apresentar sua defesa ao tribunal.

    (…)

    Foi publicada na segunda-feira 03.11, no Diário da Justiça Eletrônico, do Supremo Tribunal Federal (edição divulgada no dia 31.10), decisão do Ministro Cezar Peluso que arquiva Inquérito (Inq nº 2.221) contra o Senador Romero Jucá (PMDB-RR), acusado de fraude envolvendo a empresa Frangonorte. O encerramento do processo foi solicitado pelo Ministério Público Federal, em razão da prescrição do crime.

    É bom lembrar: “prescrição do crime” não significa inocência. Basta enrolar no processo, usando inúmeros artifícios permitidos pela merda da legislação, até que os prazos sejam esgotados. (MÁRIO)

  6. H. Says:

    Essa ANTA que está presidindo esta palhaçada é o preferido do Lula/Renan pra presidir o Conselho de Ética que de Sarney. Como já dizia o visionário e sábio Charles de Gaulle “O Brasil não é um país sério.”

  7. Chapa-branca Says:

    Assistir a abertura dos trabalhos da CPI da Petrobras com João Pedro presidente e Romero Jucá relator, diante desta sujeira toda, o que podemos esperar desta CPI chapa branca?

  8. DiAfonso Says:

    Houve democracia quando o FAROL FHC barrou todas as CPIs propostas pela oposição? Simples pergunta. O autor do blog, segundo dizem, levou pouco tempo para formatar o instrumento midiático, mas precisa levar um bom tempo para aprender história e a contemporânea, sobretudo.

    Abraço!

  9. DiAfonso Says:

    Espero que acate o contraditório. Se desejar não publicar o que comentei é um direito que lhe assiste, mas ficará patente a idéia de democracia que alardeia no título desta postagem.

    Abração!

  10. Pedro Says:

    João Pedro/PT (senador sem voto) não deixa a menor dúvida sobre o papel que vai desempenhar:

    1. Seu ato inaugural foi marcar a primeira reunião para 6 de agosto…(uma quinta-feira…).
    2. Deu uma entrevista na Globonew que mais parecia um advogado de defesa da Estatal do que um presidente (que deveria ser isento) de uma comissão de investigação.

  11. Pedro Says:

    DiaAfonso,

    Engano seu… Quem não acata o contraditório é o blog oficial da PTobras. Tive vários comentários deletados por lá. Não sei depois que a “coisa” chegou na imprensa: se eles abriram para além dos comentarios de elogios aos petistas/ sindicalistas que controlam a empresa.

  12. CAMPANHA NA INTERNET Says:

    A rede, pode e deve ser ainda mais direto:

    “A Petrobras é nossa, não do PT”. Ou ainda: “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.

  13. RENAN, O CARA Says:

    Renan confidenciou ao círculo íntimo de lobistas que pretende buscar uma vaga na finalíssima de dezembro só depois de resolver pendências urgentíssimas. “Primeiro ele precisa tirar o Sarney da zona do agrião e enterrar a CPI da Petrobras”, explicou o representante de uma empreiteira amiga.

    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/homem-sem-visao/renan-celebra-vitoria-na-enquete-e-confirma-apoio-a-mercadante/

  14. Petezona Says:

    AMOUR SACRÉ DE LA PATRIE (SAGRADO NO AMOR DA PÁTRIA)

    VIVE LA FRANCE!!!!

  15. Petezona Says:

    Faltou Lula escalar Marcola … PT, PMDB, PCC

  16. Petezona Says:

    “A Polícia Federal investiga fatos supostamente delituosos, não pessoas ou partidos”.

    Tarso Genro, ministro da Justiça, ensinando que um assassinato, por exemplo, não tem nada a ver com o assassino, ou que um roubo não tem nada a ver com o ladrão.

  17. Petezona Says:

    Fazer o que quando ainda existe quem defenda esta Anta, que elogia em palanque Collor e Renan? … E nós imaginávamos que o poço tinha fundo.

  18. deu no blog do coturno Says:

    “O presidente da Petrobras envolvida em lama, falcatrua, malversação de recursos públicos, ilicititudes, José Sérgio Gabrielli, mandou carta aos funcionários dizendo que a CPI será um “momento de crise”. Agiu como um covarde, pois os culpados são meia dúzia de gestores petralhas que vem transformando a Petrobras em Petebras. Os funcionários da “Petrobras são honestos, trabalhadores, brasileiros de corpo e alma, não são massa de manobra destes bandidos de paletó e barba que tomaram conta da empresa-orgulho do Brasil. Gabrielli também disse que a CPI será “um momento delicado” para a empresa. Esperamos que não. Esperamos que a oposição tenha extrema indelicadeza no tratamento a este covarde oportunista e ao seu bando de acólitos. Funcionários da Petrobras, não sirvam de bucha de canhão e nem de trincheira para os vagabundos. Vocês conhecem cada um dos bandidos instalados na empresa e a sua obrigação é denunciá-los ao país. Este blog está aberto.”

    http://coturnonoturno.blogspot.com/

  19. Petezona Says:

    Menos João Pedro, menos…

    Alguém avise ao senador João Pedro (PT/AM), escolhido na maracutaia governista como presidente desta CPI, que ele não é “presidente da Petrobras” e sim, presidente de uma “comissão de investigação do senado” que investigará a Estatal.

  20. VALOR ECONÔMICO Says:

    CPI da Petrobras é instalada e fica sob controle do governo

    A CPI da Petrobras foi instalada ontem com uma demonstração de força do governo, que, por 8 votos a 3, elegeu o senador João Pedro (PT-AM) presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, indicou como relator o seu líder no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) e ainda impediu que a oposição aproveitasse a ocasião para fazer discurso e acusações de irregularidades na estatal… (Valor Econômico- 15/07/09)

  21. off-topic Says:

    Lembrar ao BLOG COVER pra colocar nos seus “Links relacionados” o endereço do Blog da CPI da Petrobras:

    http://petrobrasblogdacpi.blogspot.com/

    Grata.
    Betinha

  22. Betinha Says:

    MAIS ESCÂNDALOS…

    A Fundação José Sarney repassou recursos de patrocínio cultural provenientes da Petrobras para a empresa de um dos diretores da própria entidade, informa reportagem publicada nesta quarta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u595243.shtml

  23. Betinha Says:

    MAIS ESCÂNDALOS…

    A Fundação José Sarney repassou recursos de patrocínio cultural provenientes da Petrobras para a empresa de um dos diretores da própria entidade, informa reportagem publicada nesta quarta-feira pela Folha.

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u595243.shtml

  24. Clenira Melo Says:

    Vamos combinar, caro DiAfonso,

    Que qualquer remessa a governos anteriores, no caso ao anterior ao governo de Lula, fica sem efeito de argumentação, visto que na época quem fazia oposição (e truculenta por sinal) era o PT, o partido de Lula.

    Se foram ou não competentes na época – se não combateram ou fizeram algum tipo de acordo – fica nos anais da oposição da época. O problema é de vocês.

    O assunto hoje é a CPI da Petrobras, que foi criada a partir de mais de 18 denúncias de órgãos fiscalizadores (do próprio governo federal) e de denúncias a partir da imprensa investigativa. E que sua montagem foi considerada em rede nacional de CHAPA BRANCA, por comando de Lula e Renan que não permitem investigar crimes neste governo.

    OK?

  25. Clenira Melo Says:

    Há quem diga que “Getúlio Vargas saiu da vida pública pra entrar na história e que Sarnei, ao contrário, saiu da história pra cair na vida”. O mesmo se aplica a Lula ao elogiar Collor e Renan, ao elogiar presidentes ditadores saguinários, ao elogiar e acobertar corruptos em seu governo, pois “Quem defende criminosos, criminoso é”

  26. Fran Says:

    O Governo quer oficializar a corrupção do superfaturamento de obras atravéz da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

    Lula afirmou que mesmo sob suspeita de superfaturamente as obras deveriam prosseguir, iniciou-se a mobilização para retirar forças do Tribunal de Contas da União.

    Aproveitam agora a LDO para consumar o crime. É uma vergonha

  27. Passeata virtual Says:

    O movimento “Fora Sarney” realiza nesta quarta-feira uma “passeata virtual” pedindo a saída do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), do cargo.

    Os integrantes do movimento enviaram um banner por e-mail, SMS, além de mensagens no Twitter, em blogs e em sites incluindo o termo “”Fora Sarney! http://twitter.com/forasarney em protesto contra a permanência do peemedebista no comando da Casa. Também foram enviadas mensagens para os senadores.

    A passeata foi realizada entre 15h e 16h, mas os internautas continuam postando mensagens. No Twiter, por exemplo, as pessoas continuam pedindo para os internautas enviar mensagens para o “#forasarney”. Segundo o movimento, não serão aceitos insultos ou palavrões.

  28. AD Says:

    “Não existe independência total na política” (Paulo Duque do PMDB (aliado de Sarney e Renan) eleito presidente do Conselho de Ética).

    Esta Anta será o responsável por decidir se as denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney.

  29. CROCODILMA Says:

    Ex- diretor da Petrobras compara Dilma a uma “madrasta”

    Ildo Sauer, ex-diretor de Gás e Energia da Petrobras entre 2003 e 2007, diz que “assistiu coisas que não gostaria de ter visto” enquanto participava das reuniões do Conselho de Administração da empresa.

    “Às vezes, eu assemelho a Petrobras com aquela Cinderela, a Gata Borralheira, à mercê da madrasta que, às vezes, é mais malvada e, em outras, é menos malvada. E, neste governo, também teve sua madrasta, aliás transfigurada na presença, na figura da presidente do Conselho de Administração”.

    “Eu assisti muitas coisas que eu preferia não ter visto em relação à Petrobras”, revelou Sauer, sem entrar em detalhes e sem citar o nome da Ministra Dilma Rousseff.

    Ex-ministra de Minas e Energia, a atual chefe da Casa Civil comanda o Conselho de Administração da empresa com mão-de-ferro.

    As revelações do ex-diretor foram feitas ontem, no programa Entre Aspas, da GloboNews,

  30. Poder paralelo Says:

    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.

  31. Linda morta Says:

    Aspones abundam na Agência Nacional de Petróleo, mas o português escasseia: “recursos vultuosos” (sic) e “haviam (sic) representantes” só pioraram a posição do diretor Haroldo Lima contra a CPI da Petrobras.

    http://www.claudiohumberto.com.br/principal/index.php

  32. Fabiana Says:

    Jogo duplo na Petrobras
    Clipping
    Jornal Correio Braziliense
    15 de julho de 2009

    Funcionário de carreira da Petrobras há mais de 30 anos, o gerente de Comunicação Institucional da empresa em Brasília, o sindicalista José Samuel Magalhães, é uma das estrelas do último encarte bimestral de distribuição gratuita da União Feminina das Américas (Unifas).

    A entidade voltada para políticas das mulheres estampa na capa da publicação uma foto do gerente da Petrobras. Além da presença constante do sindicalista no encarte, dois detalhes despertam a curiosidade da relação entre Magalhães e a entidade.

    Desde 2007, a Unifas recebeu R$ 500 mil em patrocínios da estatal e, ano passado, concedeu ao gerente de comunicações o título de “conselheiro”. A Petrobras financiou três projetos da Unifas.

    Em julho de 2007, a entidade recebeu R$ 200 mil para patrocinar o Fórum das Mulheres das Américas. Em abril de 2008, foram R$ 100 mil para realizar o Fórum Mulheres Brasil/2008 e, sete meses depois, R$ 200 mil para o II Fórum Mundial das Mulheres das Américas. Todos os eventos ocorridos na capital federal.

  33. Lúcia Says:

    O que é isso neste vídeo??? Paulo Duque? Que sujeito decrépito e parece que bebeu todas. Credo, e Renan consegue colocar isso como presidente do Conselho de Ética. A blindagem de Sarney mais parece um filme de quinta??? A que ponto chegamos.

    O que mais esta corja fará pra emporcalhar o país??

  34. Pizzaiolo da República Says:

    “Todos eles são bons pizzaiolos”. Lula, ao se referir aos senadores

    O Presidente Lula em mais uma agressão ao Parlamento, denominou de pizzaiolos os integrantes da CPI da Petrobras. Na verdade tem sido ele o grande pizzaiolo da República. Até hoje não puniu nenhum dos envolvidos em ilícitos no seu governo. Ao contrário, passa a mão na cabeça de todos os acusados de corrupção.

  35. (Palma) Says:

    Esta turma petralha tem um projeto de existência (roer o osso, com força), pra mais de 100 anos, é necessário que a imprensa continue denunciando, caso contrário a pilhagem será em níveis estratosféricos. (Palma)

  36. Petezona Says:

    CPI de petrolifera estatal na China …

    Ex-presidente de estatal na China é condenado à morte
    Chen Tonghai, ex-presidente da estatal chinesa Sinopec, foi condenado à morte nesta quarta-feira (15/07). Segundo agências internacionais, Tonghai renunciou inesperadamente da estatal petrolífera em 2007, quando as investigações começaram. Em 2008, foi expulso do Partido Comunista da China acusado de corrupção e por ter aceitado suborno. O executivo terá dois anos de prisão e dependendo do seu comportamento, poderá reduzir sua pena de morte para prisão perpétua.

  37. Ex-petista Says:

    A canalhice não tem idade.

    O sr. Anta, aliado de Sarney e Renan, que colocaram como presidente do Conselho de Ética deve ser impugnado… Deu entrevista dizendo que “conduzirá politicamente” as representações contra seus aliados.

  38. PETEBRAS Says:

    Na Petrobras até os copeiros da diretoria de Exploração e Produção já sabem.

    http://portalexame.abril.com.br/blogs/esquerdadireitaecentro/20090714_listar_dia.shtml?permalink=180927

  39. juca bala Says:

    Esta CPI vai mostrar que HOJE nas mãos do PT a Petrobrás é o TERCEIRO melhor negócio do mundo.

    Como já disse o magnata do petróleo John Paul Getty (1892-1976):

    ‘O melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada.

    E o segundo melhor é essa mesma empresa mal administrada’.

  40. LULA Says:

    Insinuei não, cumpanhêro!

    Afirmei mermo. Sabe purquê cumpanhêro? Purque agora num tem tucano pra pousá na Petobras… purquê … eu num dêxo!
    E num tem mais negócio de PETROBRAX… purquê isso aqui… num é XÔ DA XUXA!!!

    Esse brog é do bom! Tem tucano… tem paquiderme…tem um monte de besta…um mundo animal, que nem esses jornal tudo aí consegue listá.

    Muito obrigado. Até 2014.

  41. Suplente do Suplente Says:

    “Primeiro a gente vota, depois a gente debate”, decidiu o senador (sem voto) Paulo Duque na abertura dos trabalhos da CPI da Petrobras, com a autoridade de presidente eleito pela certidão de nascimento.

    A suspeita de que o mais idoso inquilino da Casa dos Horrores anda tentando, aos 81 anos, primeiro calçar o sapato para depois colocar a meia só não virou certeza porque pesou o conjunto da obra. Veterano de guerra do PMDB fluminense, sargento reformado da tropa do cheque, Duque estava lá para repassar o cargo o quanto antes ao senador João Pedro, do PT do Amazonas, escolhido pela base alugada para presidir o enterro da CPI. (Augusto Nunes)

  42. lauir Says:

    o senador delciodio amaral teve sua campanha PAGA pela pterobras
    no mato grosso do sul TODO MUNDO SABE DISTO

  43. Ô familia mardiçoada! Says:

    OPERAÇÃO BOI BARRICA:

    Polícia Federal indicia filho de Sarney por lavagem de dinheiro: Após depoimento de 6 horas, Fernando saiu também citado por formação de quadrilha e tráfico de influência

    A operação, iniciada há dois anos e quatro meses para mapear transações financeiras suspeitas às vésperas da eleição de 2006, se desdobrou em cinco diferentes inquéritos, que além dos três crimes pelos quais Fernando foi indiciado apuram evasão de divisas e corrupção em setores do governo federal comandados por apadrinhados do senador José Sarney. Além do empresário, primogênito do presidente do Senado, há outros familiares entre os alvos da Operação Boi Barrica, nome alusivo a um grupo folclórico do Maranhão que tem os Sarney como padrinhos. É o caso de uma das netas do senador, Ana Clara Sarney

    Ô familia mardiçoada!

  44. Ô familia mardiçoada! Says:

    O TSE derrubou Lago por compra de votos ? E esses milhões sacados em espécie nas vésperas da eleição de 2006 foi para pagar o quê ?

  45. Ô familia mardiçoada! Says:

    O senador Delcídio Amaral (PT) foi o primeiro denfender aquele ESTRANHO empréstimo de R$ 2 bilhões TOMADO PELA PETROBRAS junto a CAIXA ECONÔMICAl FEDERAL … disse que era apenas um reflexo da falta de crédito internacionais. Que a operação era “circunstancial e temporária” e, por isso mesmo, não deve ser tomada como um sinal de que a Petrobras está com problemas de caixa.

  46. Clenira Melo Says:

    Não quero ser pessimista, mas uma CPI como esta Chapa Branca , bancada pelo poder Central, no máximo vai dar sim… Vai dar um dinheiro extra para assessores da Petrobras e do Senado pelas reuniões, umas passagens extras pra membros da CPI fazerem de conta que investigam, vai dar muita grana pra empresas (carta marcada) de consultorias e para uns assessores extras para ajuda-los e no fim, sabemos o resultado. DEU NO QUE SEMPRE DÁ… BLINDAGEM DOS CULPADOS.

  47. Fernando Says:

    TODO MUNDO ASSISTIU EM REDE NACIONAL…

    DUDA MENDONÇA DISSE QUE DINHEIRO ILEGAL (NUMA CONTA NO EXTERIOR) PAGOU A CAMPANHA DE LULA À PRESIDÊNCIA DO BRASIL. O QUE ACONTECEU COM LULA E ET CATERVA? NADA.

    GRAÇAS A COLABORAÇÃO DA OPOSIÇÃO QUE PERDEU A GRANDE OPORTUNIDADE DE PEDIR O IMPEACHMENT DO PRESIDENTE QUE O PRÓPRIO PT JÁ CONTAVA COMO CERTO.

    AH, TÁ… “DEIXA ELE SANGRAR!!!”

    NÃO FOSSE ESTA OPOSIÇÃO INOPERANTE O PAÍS NÃO ESTARIA HOJE SENDO SAQUEADO SISTEMATICAMENTE E A LUZ DO DIA.

  48. Aloprados Gate Says:

    Entra CPI , sai CPI, são as mesmas raposas cuidando do mesmo galinheiro, Nós temos uma parcela de culpa, temos ou não que escolher melhor nossos representes em Brasília??.

  49. Betinha Says:

    Tanto esse Conselho de Ética como essa CPI da Petrobras, ambas com as digitais de Lula e Renan, acabaram antes mesmo de começar. Era tudo o que eles estrategicamente queriam e montaram. E mais uma vez conseguiram. Sob estridende silêncio da nação.

  50. CROCODILMA Says:

    “Lula não vai gostar” . Ele vai pra televisão dar 4 entrevistas montadas por Franklin Martins pra dizer que a culpa é ” da imprensa que só gosta de divulgar só desgraça”

  51. Da Crise ao Caos Says:

    Lula exortou a sua equipe a cerrar fileiras em torno de quem ele é devedor por serviços prestados no transe do mensalão e com quem conta para unir o PMDB à candidatura Dilma Rousseff no próximo ano. “É importante ser leal a Sarney”, comandou, “porque há uma campanha pesada contra ele e não se pode individualizar as acusações.” Estas palavras abrigam uma falsidade e um despropósito – até aí nenhuma novidade, considerando o repertório do autor, embora a contumácia apenas acentue o seu cinismo…

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090715/not_imp402872,0.php

  52. Petezona Says:

    Curioso a fala de Lula sendo ele o dono da pizzaria. Ou é um tremendo de um incapaz, incompetente, ou é conivente. Ou até pior ainda, está participando ativamente da ladroagem em beneficio próprio.

  53. CONCORDO COM LULA Says:

    Concordo com Lula “Eles são bons Pizzaiolos”. O Congresso não só produz fazedores de pizza como alguns, mais destacados, foram até promovidos a “coveiros” por exemplo, pelo desempenho na CPI dos Cartões Corporativos. Vejamos:

    SILVIO COSTA
    Sua função era ameaçar convocar ministros do governo FHC, para tentar intimidar a oposição

    PERPÉTUA ALMEIDA
    A comunista defensora do santo-daime abusou da estridência para chamar testemunha de “dedo-duro”

    CARLOS WILLIAN
    Patético, disse que só acreditaria no depoente se ele jurasse sobre a Bíblia: “Sou cristão”

    MAURÍCIO QUINTELLA
    Não se constrangeu em chamar oposicionistas de “fofoqueiros” e “bisbilhoteiros”

    LUIZ SÉRGIO
    Cruz credo, relator da CPI dos Cartões. Aspone de José Dirceu no Congresso, indicado relator pela base de Lula.

    Os “Pizzaiolos/Copveiros” em maioria, barraram todos os requerimentos de convocação, inclusive os que previam o depoimento de funcionários da Casa Civil envolvidos com o dossiê, como a secretária-executiva, Erenice Guerra. “Essa CPI não andou. Está capenga e vai ser enterrada. O que fizemos foi defender o governo”, comemorou o deputado Carlos Willian.

  54. Campanha na Internet Says:

    TAMBÉM ADERI:

    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.
    “PT, devolva a Petrobras ao Brasil”.

  55. Abissal Says:

    LULA, SÓ FALO COM VOCÊ DEPOIS QUE COLOCAR ONLINE:

    1. AS DESPESAS EM CARTÕES CORPORATIVOS DA MARISA LETÍCIA (A INÚTIL);

    2. AS DESPESAS DA FILHA (8 SEGURANÇAS E MOTORISTAS) DE SC E DEMAIS FILHOTES;

    3. OS MEGASCONTRATOS QUE FIZERAM DO SEU FILHO MONITOR DE ZOOLÓGICO NO MAIOR EMPRESÁRIO DA AMÉRICA LATINA EM DOIS ANOS COMO PRESIDENTE;

    4. O DINHEIRO DO CX 2 DA PRIMEIRA E SEGUNDA CAMPANHAS A PRESIDENTE; A LISTA DOS QUE ASSEGURARAM FINANCEIRAMENTE SUAS CAMPANHAS E O QUE ELES FATURAM NO SEU GOVERNO,

    5. A LISTA DE PROCESSOS CONTRA VOCÊ NA JUSTIÇA POR CAMPANHA INDEVIDA DE DILMA, USANDO A MÁQUINA PÚBLICA;

    6. COLOQUE ONLINE O FRACASSO DO PAC E NÃO AVALIAÇÕES MAQUIADAS,

    7. A LISTA DE CORRUPTOS (MINISTROS, ASSESSORES, PARLAMENTARES DO PT, DE PARTIDOS ALIADOS, AMIGOS E PARENTES) ACOBERTADOS POR VOCÊ NAS ASAS DO PALÁCIO DO GOVERNO.

    7. O QUE VOCÊ JÁ FATUROU E FATURA EM “DIÁRIAS” NAS VIAGENS (QUASE DIÁRIAS0 PARA O EXTERIOR DEIXANDO O PAÍS ACÉFALO; E, FINALMENTE, …

    8. A NOVA COMPOSIÇÃO DE SEU PATRIMÔNIO PESSOAL COMO PRESIDENTE DO BRASIL.

    ISSO, SÓ PRA COMEÇAR….

  56. aiaiai digo eu Says:

    “AMOUR SACRÉ DE LA PATRIE (SAGRADO NO AMOR DA PÁTRIA). VIVE LA FRANCE!!!!”

  57. Trenzinho da Alegria Says:

    Empreiteiras que trabalham para a Petrobras doaram R$ 2,5 milhões a petistas

    “Cinco empreiteiras associadas da Abemi (Associação Brasileira de Engenharia Industrial) e que mantêm contratos com a Petrobras doaram, juntas, R$ 2,5 milhões para políticos do PT em vários Estados. As empresas UTC, Genpro, Engevix, Potencial e Odebrecht mantêm pelo menos R$ 775,6 milhões em negócios com a petroleira.

    A Petrobras e a Abemi assinaram um convênio, sem licitação, no valor de outros R$ 228,7 milhões, com validade até 2008. Em nota divulgada, a Petrobras afirmou que os recursos enviados à Abemi, para um programa de qualificação profissional, não chegam às empresas filiadas. A estatal não confirmou se mantém contrato direto com as empresas filiadas da entidade.

    A análise da base de dados da estatal confirmou dois contratos com a UTC, no valor de R$ 177,4 milhões, dois com a Genpro, de R$ 20 milhões, sete com a Engevix, no valor de R$ 460,5 milhões, 20 com a Potencial Engenharia, no valor de R$ 100,7 milhões, e um no valor de R$ 17 milhões com a Norberto Odebrecht.

    A maioria dos contratos foi feita pela modalidade de convite, que prevê uma disputa entre concorrentes. A Abemi, entidade sediada em São Paulo que reúne empresas de engenharia, é presidida por Ricardo Ribeiro Pessoa, proprietário da UTC Engenharia. A empreiteira doou R$ 1,3 milhão para políticos do PT -88% do total que distribuiu na campanha.

    A maior parte das doações da UTC, de R$ 700 mil, foi para o candidato derrotado ao governo de Mato Grosso do Sul, senador Delcídio Amaral (PT-MS). Antes de entrar no partido, Delcídio foi diretor da área de gás da Petrobras, em 1999. O último repasse da UTC para Amaral, de R$ 400 mil, ocorreu no dia 26 de outubro. Um dia depois, a Genpro, outra empreiteira com negócios com a Petrobras, depositou R$ 300 mil na conta do comitê financeiro único do PT de Mato Grosso do Sul.

    Outra empresa integrante da Abemi, a Potencial Engenharia, fez uma única doação em seu nome. Foram R$ 60 mil para Jaques Wagner (PT), governador eleito da Bahia. Integrante da Abemi, a Engevix Engenharia também privilegiou políticos do PT. De um total de R$ 880 mil em doações, a empresa destinou R$ 365 mil para políticos do partido. Como nos casos da UTC e da Genpro, a Engevix destinou recursos à campanha de Delcídio Amaral (PT-MS), R$ 200 mil.”

    (Por Rubens Valente e Leandro Beguoci na Folha, 21 de novembro de 2006)

  58. BAFO DE CACHAÇA Says:

    O LULLA-ETILICO, SEMPRE QUE ABRE A BOCARRA, COM BAFO DE CACHAÇA, FALA BESTEIRAS. ELE, QUE NUNCA NADA SABE, NUNCA NADA VÊ, NUNCA NADA ESCUTA, É O MAIOR PIZZAIOLO DO BRASIL : VIDE MENSALÃO, RENAN, RORIZ, DUDA MENDONÇA, JOSÉ DIRCEU, JOSE SARNEY, COLLOR, E DEZENAS DE CENTENAS DE OUTROS. CHEGOU A NA HORA DE TIRAR ESTE BEBUM DO TRONO.

  59. juca bala Says:

    E a agencia de Duda Mendonça continua atendendo a Petrobrás !!!

    Senão, ele conta tudo !!!!

  60. juca bala Says:

    A vida de Lula é um litro aberto!

  61. ATENÇÃO!!! Says:

    Petrobras patrocina manifestação contra a CPI

    Por 100 mil reais, bancados pela Petrobras, o que sobrou da União Nacional dos Estudantes (UNE), começa a organizar hoje, em Brasília, uma série de eventos a favor da empresa e contra a CPI instalada no Senado.

    O pretexto oficial para a reunião em Brasília é o 51º Congresso, conforme mostra hoje o jornal Folha de São Paulo. A Folha mostra também, como são cooperativas as relações do atual governo com a entidade, que só este ano já amealhou 2,5 milhões de reais em patrocínio chapa-branca, um crescimento de 54% em relação a 2008.

    A reciprocidade assegura a participação de Lula nos palanques da UNE.

  62. Pizzaiolo espertalhão Says:

    Nos jornais de quarta-feira, vimos Schopenhauer Lula da Silva abraçado ao senador Fernando Collor (PTB-AL) num palanque em Alagoas. No discurso, ele atacou as relações de compadrio entre os políticos, censurou antecessores (para ele, na verdade, só existe um: FHC) e exaltou as virtudes de Collor e, claro, de Renan Calheiros (PMDB-AL), que nem estava presente, mas mereceu mesmo assim os mimos. (Reinaldo Azevedo)

  63. Francisco Says:

    NÃO VAI ADIANTAR O LULA SE ABRAÇAR COM O COLLOR, RENAN, SARNEY. EXISTEM VÁRIOS CANHÕES APONTADOS PARA ESSES BANDOLEIROS DO DINHEIRO PÚBLICO.. PAU NELLES !!!!

  64. Pedro Says:

    Oposição quer trocar presidente do Conselho por antecipar intenção de absolver Sarney

    Paulo Duque eleito, pelos governistas, a presidente do Conselho de Ética para julgar Sarney afirmou ontem que não existe “independência total na política e que considera os atos secretos uma “grande bobagem” algo “inventado por alguém”. Em defesa de Sarney, Duque, também afirmou que não é o caso de haver julgamento por causa da contratação de parentes. “(Sarney) prestou muitos serviços ao país. Ficarem vasculhando a vida dele porque nomeou um neto é bobagem.” Como presidente do conselho, ele pode arquivar sumariamente as três denúncias e a representação que pedem a cassação do mandato de Sarney.

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2009/07/16/politica,i=127076/OPOSICAO+QUER+TROCAR+PRESIDENTE+DO+CONSELHO+POR+ANTECIPAR+INTENCAO+DE+ABSOLVER+SARNEY.shtml

  65. Sau dai Duque Says:

    Duque ironiza imprensa e diz não temer cobrança sobre caso Sarney

    Um dia após ser eleito para comandar o Conselho de Ética do Senado, o senador Paulo Duque (PMDB-AP), voltou a sinalizar pretende blindar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Duque disse que não teme ser cobrado para que atue com isenção porque a opinião pública é volúvel. “A opinião publica é muito volúvel. Ela flutua e coloca até 100 mil pessoas no Maracanã para ver a Madona e outras 50 mil para assistir o Roberto Carlos. Quem faz a opinião pública são os jornais e eles estão acabando”, disse.

  66. Cesarismo sindical Says:

    Não é de hoje que Lula despreza o Congresso.

    Quem não se lembra de sua frase sobre os 300 picaretas? Como ele cooptou, de fato, uma esmagadora maioria no Parlamento, deve dizer para si mesmo: “Eu estava certo! Tanto é assim, que os picaretas, agora, estão todos comigo”. Lula elegeu-se deputado uma única vez e teve um desempenho abaixo do medíocre. Não dava a menor pelota para a atividade. Estava acostumado ao cesarismo sindical. Voltou a ficar à vontade num cargo público na Presidência da República, quando pode, de novo, brincar de César.

    (R.A.)

  67. Odilene Says:

    BRASIL OLHA A TUA CARA… DE PETRALHA

    As ONG’s tão badaladas como solução pra tudo levaram mais de 12 bilhões sem prestação de contas a nós contribuintes. Aliás, não existe PTralha que não tenha uma ONG – até Delúbio Imoral Soares tem umas.

  68. Odilene Says:

    Seguranças barram protesto de estudantes contra Sarney no Senado. Cada um dos manifestantes trajava uma blusa com uma letra para formar a frase: “Fora Sarney”. Eles começaram a circular pelos corredores das comissões do Senado, mas foram convidados a deixar o prédio. O estudante que estava com a letra “S” foi barrado na entrada do Congresso e a frase ficou “Fora arney”.

    Os estudantes aproveitaram o trajeto entre as comissões e a saída do Senado para gritar: “Fora safado, devolve o Senado” e “Fora Sarney”. Os manifestantes reclamaram da pressão dos seguranças para que deixassem o Senado.

    “Segurança para prender quem desvia, quem rouba o dinheiro público não aparece, mas para nos impedir de manifestar nossa opinião tem até demais”, afirmou Hugo Todde, estudante da Universidade de Brasília.

    (Da Folha Online)

  69. Fala delinquente Says:

    O ministro Tarso Genro (Ministro da Justiça de Lula) afirmou nesta quinta-feira a imprensa que o indiciamento pela Polícia Federal do empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney, se trata de um processo corriqueiro, e que não tem nenhuma relação com a crise política.

    (Fernando Sarney foi indiciado pelos crimes de formação de quadrilha, gestão de instituição financeira irregular, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Pela investigação, o órgão mais beneficiado pelos crimes foi o Ministério de Minas e Energia –controlado politicamente por seu pai).

    “É um trabalho normal, ordinário. Isso não quer dizer que ele seja culpado, quer dizer que ele vai ter que responder a um processo. Isso é normal dentro do Estado de direito democrático. Ocorre com diversas pessoas, em todo o país”, disse o Ministro da Justiça de Lula.

  70. Democracia Cubana Says:

    Jornais do Maranhão sobre matéria do indicionamento do Filho de Sarney:

    Tribuna do Maranhão – “Nada publicou”

    “O Estado do Maranhão – “Nada publicou”

    Correio dos Municípios – “Nada publicou”

    Jornal Pequeno – “PF indicia Fernando Sarney por suspeita de formar quadrilha, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica”

    O Imparcial – “O filho de Sarney foi indiciado ontem por formação de quadrilha, instituição financeira irregular, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica”.

  71. sidclei Says:

    PO ANÕNIMO, isso é apelação bicho!!! Vejamos: “A CPI (…) contrariou uma tradição da casa ao escolher relator também governista, após ter eleito chapa de presidente e vice.”. Sei que a gente faz de tudo pra encontrar argumentos mas esse…! Cara, é f… Que tradição? Alguém disse isso aos tucanos sobre essa tradição na época do nosso amado FMIHC?
    Não cara, falando sério, c é capaz de me dizer pelo menos uma CPI importante na era tucana onde essa “tradição” foi respeitada?
    NOVO DESAFIO: elenquem UMA CPI da Era FMIHC na qual essa tradição foi respeitada.

  72. 171 Says:

    Pronto. A CPI da Petrobras é chapa-vermelha-branca. E não se conversa mais.

  73. Tróia Says:

    QUEM É O PRESIDENTE DA CPI DA PETROBRAS???

    João Pedro, senador suplente, é aquele petista que mostrou-se fiel ao governo quando foi titular na CPI do Apagão Aéreo e apresentou relatório paralelo para impedir o indiciamento de ex-dirigentes da Infraero. A manobra, amparada pelo PMDB, derrubou o texto do relator da CPI, Demóstenes Torres (DEM-GO). O senador petista também revelou-se aliado de Renan Calheiros, quando o pemedebista presidia o Senado e foi alvo de denúncias. Ele foi o relator de representação contra o pemedebista, que o acusava de ter usado prestígio político para favorecer a cervejaria Schincariol na quitação de débitos junto ao governo, e recomendou o arquivamento do processo.

  74. ATENÇÃO BICHO! Says:

    NÃO PODEMOS PERDER O FOCO… A CPI DA PETEBRAS TERÁ QUE INVESTIGAR:

    * Indícios de fraudes nas licitações para reforma de plataformas de exploração de petróleo apontados pela operação “Águas Profundas” da Polícia Federal;

    * Graves irregularidades nos contratos de construção de plataformas, apontados pelo Tribunal de Contas da União;

    * Indícios de superfaturamento na construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, apontados por relatório do Tribunal de Contas da União;

    * Denúncias de desvios de dinheiro dos royalties do petróleo, apontados pela operação “Royalties”, da Polícia Federal;

    * Denúncias de fraudes do Ministério Público Federal envolvendo pagamentos, acordos e indenizações feitos pela ANP a usineiros;

    * Denúncias de uso de artifícios contábeis que resultaram em redução do recolhimento de impostos e contribuições no valor de R$ 4,3 bilhões;

    * Denúncias de irregularidades no uso de verbas de patrocínio da estatal. + Fundação José Sarnei&Petrobras

    A CPI vai ter 180 dias para realizar seus trabalho, podendo ser prorrogada por igual período.

  75. PERSONA SEM-VOTO Says:

    O SEM-VOTO serve para presidir COMISSÕES CHAPA-BRANCA, pois nada teriam a perder junto a opinião pública, sem eleitores para prestar contas:

    PRESIDENTE DA CPI DA PETROBRAS P/ BLINDAR O GOVERNO
    João Pedro (PT-AM) – SEM VOTO – Suplente na vaga de Alfredo Nascimento.

    PRESIDENTE DO CONSELHO DE ÉTICA P/ BLINDAR SARNEY
    Paulo Duque (PMDB-RJ) – SEM VOTO – Segundo Suplente nas vagas de Sérgio Cabral e Régis Fichtner

  76. sidclei Says:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    GOSTEI 171 MAIS FIEL KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  77. sidclei Says:

    ATENÇÃO BICHO, QUAL DESSAS DENÚNCIAS JÁ NÃO ESTÃO SENDO INVESTIGADAS? DIZ, DIZ… VAI LÁ!
    TODAS, SIMPLESMENTE, TODAS, JÁ ESTÃO SENDO INVESTIGADAS. A CPI É SÓ MAIS UMA TENTATIVA DE PALANQUE PARA OS TUCANOS.
    GENTE, CS ESTÃO ESQUECENDO O DESAFIO: ALGUÉM LEMBRA DE TER HAVIDO UMA CPI NA ERA TUCANA NA QUAL O PRESIDENTE OU RELATOR TENHA SIDO DA OPOSIÇÃO?

  78. Miguel Says:

    Segue uma sugestão de matéria: um excelente resumo sobre o debate entre midia e Petrobras que acabou de ser publicado na revista Retrato do Brasil de julho.

    1. Qual a relevância da “CPI da Petrobras”?

    Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Congresso Nacional deve, em tese, partir de fatos bem caracterizados e graves. E é, ainda em tese, instrumento para a investigação de grandes problemas vividos pelo País. Se é assim, o que deveria ser a “CPI da Petrobras”, aprovada no plenário do Senado Federal? Qual é o problema grave, com repercussão nacional, vivido pela empresa?

    É, por exemplo, o rebaixamento de sua nota na classificação de risco da agência Standard & Poor’s, que pode implicar um prejuízo sério para a empresa — a elevação dos juros para seu ambicioso projeto de financiamento da exploração de petróleo nas águas ultraprofundas do pré-sal, onde ela descobriu uma das maiores reservas mundiais do óleo? É o fato de o debate sobre as regras para exploração dessas extraordinárias reservas, de tanta importância para o País, estar sendo feito quase em surdina, sem que as posições existentes sejam suficientemente divulgadas? É o fato de as multinacionais do petróleo estarem pressionando o governo, por meio da influência que têm na mídia, para que essas regras estejam de acordo com seus interesses?

    O fato motivador da CPI, no entanto, não é nenhum dos graves problemas apontados. Para a investigação pelo Congresso, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do pedido, juntou, como ele mesmo disse aos jornais, “tudo o que tinha de ação envolvendo a Petrobras e a ANP” (Agência Nacional do Petróleo): inquéritos da Polícia Federal, auditorias do Tribunal de Contas da União e ações do Ministério Público, incluindo desde contratos grandes da empresa, como os da construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, de cerca de 6 bilhões de reais, até o relacionado com 44 prefeituras da Bahia que receberam, em média, cada uma, 70 mil reais para a promoção de festas juninas em troca da exibição da logomarca da empresa.

    E, para a aprovação do requerimento, a oposição aproveitou-se de um certo clima de escândalo, criado pelo noticiário dos três grandes jornais diários do País — O Globo, Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo —, entre os dias 10 e 15 de maio, em torno do fato de a Petrobras ter mudado o mecanismo de cálculo do recolhimento dos tributos que paga à Receita Federal. A empresa trocou o chamado “regime de competência”, quando receitas e custos para o cálculo do lucro são registrados no momento em que as transações são formalmente contabilizadas, pelo “regime de caixa”, quando esse cálculo é feito no momento em que as referidas transações de fato entram e saem dos cofres da empresa. Com a operação, neste momento de crise de crédito aguda, a Petrobras deixou de recolher três meses de contribuições ao fisco e manteve os recursos em seu caixa — cerca de 4 bilhões de reais. Segundo estudo divulgado no dia 12 de junho pelo diário Valor Econômico, a manobra contábil da empresa “pode ter sido seguida pela maioria dos grandes contribuintes do País”. O estudo é de José Roberto Afonso, consultor do PSDB e apontado pelo governador de São Paulo, José Serra, como o maior entendido em contas públicas do País. Afonso diz que “uma hipótese forte” para o não recolhimento de impostos de forma tão ampla como constatou ao examinar as contas do País pode ser o fato de que “não recolher tributos” tornou-se “uma forma de acesso a crédito”. “Neste caso, em que o fisco assume o papel de banco, a vantagem do contribuinte é que ele decide (se recolhe ou não) e não tem por que esperar o gerente do banco.” [N.E.: Quer dizer que deveríamos agora nos preocupar em manter os lucros bilionários dos bancos e não permitir crédito na maior crise mundial de crédito em décadas?]

    Apoiada num arrastão de investigações menores e já em curso e aproveitando-se de um escândalo que, tudo indica, inexiste, até onde irá a CPI? Ela foi considerada aprovada a partir da leitura, em plenário do Senado, do requerimento do senador Dias para sua instalação, feita pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), no dia 15 de maio. Trinta e dois senadores assinaram o requerimento — cinco a mais que o necessário — e apenas dois retiraram esse apoio até a meia-noite daquele dia, prazo final para a verificação da quantidade mínima regimental exigida, 27 assinaturas. Até meados de junho, a CPI ainda não havia sido instalada, formalidade que exige a indicação, pelos partidos, de todos os seus sete integrantes, o que já havia sido feito, e de uma reunião formal da maioria desses parlamentares, isso ainda pendente de acertos entre a base de apoio ao governo e a bancada da oposição.

    Mas, a essa altura, a CPI já funcionava para os grandes diários conservadores do País, que se adiantaram nas investigações, com títulos destacados, como: “Muita política e pouca transparência — CPI vai investigar uma Petrobras com nova dimensão política e econômica que faz 80% das compras sem licitação” (O Globo), “Doações fragilizam investigação — empreiteiras vinculadas à Petrobras pagaram campanha de senadores (O Estado de S. Paulo) e “Petrobras favorece empresa ligada ao PT da Bahia” (Folha de S.Paulo).

    No fim de maio, a Petrobras publicou um informe publicitário nos jornais para contestar o noticiário a seu respeito, dizendo que o fazia “em face dos esclarecimentos públicos reiteradamente prestados, que vêm sendo suprimidos de maneira condenável por alguns meios de comunicação, de forma a distorcer fatos e levar aos leitores informações incompletas e que induzem ao erro sobre as atividades da empresa”. Dias depois, dando um passo à frente no seu contra-ataque à campanha de denúncias, a empresa criou um blog na internet (imagem na pág. ao lado) para defender-se, publicando, na íntegra, suas respostas às questões levantadas pela mídia. Com um detalhe: de início, não respeitou os prazos de publicação das matérias relativas às questões sobre as quais era inquirida — os jornais perguntavam à empresa e ela respondia logo em seguida, para o público. Posteriormente, passou a divulgar as perguntas e respostas à zero hora do dia anunciado pelos jornalistas como programado para a publicação dos textos. O procedimento levou a um debate extraordinário.

  79. Miguel Says:

    2. O que os jornais entendem como sigilo da fonte

    O Globo, o diário carioca da família Marinho, foi o primeiro a reagir, num editorial de 9 de junho: “A Petrobrás decidiu, de maneira agressiva, antiética e ilegal, tentar acuar O Globo, a Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo, jornais que, por dever de ofício, acompanham com a atenção devida as evidências de desmandos na administração da companhia”. O jornal falou a seguir da criação do blog pela empresa e disse depois que a Petrobras divulgara, na sexta-feira anterior, informações que prestara para “uma reportagem que seria publicada n’O Globo de domingo, numa assombrosa quebra do sigilo que precisa existir no relacionamento entre imprensa e fonte prestadora de informações”.

    No dia seguinte, a Associação Nacional dos Jornais (ANJ), por meio de Júlio César Mesquita, vice-presidente da organização, responsável por seu chamado Comitê de Liberdade de Expressão, divulgou nota com o mesmo tom: “Numa canhestra tentativa de intimidar jornais e jornalistas, a empresa criou um blog no qual divulga as perguntas enviadas à sua assessoria de imprensa pelos jornalistas antes mesmo de publicadas as matérias às quais as perguntas se referem, numa inaceitável quebra da confidencialidade que deve orientar a relação entre jornalistas e suas fontes”. E, ainda no mesmo dia, o Estadão, da família do mesmo Mesquita, no seu editorial principal, disse que a Petrobras “viola a tradicional relação entre fontes e jornalistas, de respeito, pelas primeiras, da pauta apresentada pelos profissionais de imprensa. O objetivo da Petrobras é, claramente, matar as reportagens e banalizar o trabalho investigativo dos jornalistas”.

    No fim da semana, a argumentação contra o blog foi completada pelo semanário Época, do grupo de O Globo. A revista disse que o gesto da Petrobras era “sem precedentes” e funcionava “como intimidação ao trabalho dos jornalistas”. Primeiro porque “publicar as respostas na íntegra equivale a pôr em dúvida o trabalho intelectual de seleção e edição das informações exercido por todo bom jornalista”, e, depois, porque, ao fazer isso, as informações dos jornalistas “ficavam expostas aos concorrentes”.

    A argumentação se pretende uma defesa da liberdade de expressão, em geral. No fundo, é a defesa do direito dos negócios da imprensa brasileira atual. Comecemos pela discussão do chamado sigilo da fonte. A grande mídia conservadora defende esse direito de modo oportunístico. No fim de 2006, exatamente na véspera do primeiro turno das eleições presidenciais, os mesmos três grandes jornais defenderam esse direito para publicar mentiras que um delegado da Polícia Federal lhes disse com o propósito de divulgar, ilegalmente, fotos de dinheiro apreendido com petistas presos. [N.E.: O delegado não podia, por lei, divulgar as fotos. Os jornais usaram o argumento de sigilo da fonte para justificar a publicação de uma mentira – de que as fotos haviam sido entregues por outra pessoa.]

    Quando se fala em “sigilo da fonte”, entende-se isso como o direito de o jornalista manter em sigilo a fonte de suas informações, as quais o jornalista deve crer serem relevantes e, até prova em contrário, verdadeiras. No caso da polêmica sobre o blog da Petrobras, os veículos da grande mídia conservadora pretendem que o sigilo da fonte seja outra coisa, um absurdo: o direito que eles teriam de interrogar alguém na hora que quiserem e, ao fazê-lo, adquirir também o direito de impedir que esse alguém divulgue as respostas que dá, assim como as perguntas que recebe. Por que a grande mídia conservadora teria esse direito?

    Na polêmica sobre o blog da Petrobras, a revista Época afirmou que “nenhuma empresa tem a independência necessária para decidir que informações a respeito de si mesma têm interesse para o público” e que “esse é o papel da imprensa”. Ora, é claro que é papel da imprensa decidir que informações sobre qualquer pessoa ou empresa têm interesse para o público. Mas é um absurdo pretender que as empresas jornalísticas tenham esse monopólio. Qualquer pessoa ou qualquer empresa pode — e evidentemente deve ter o direito — de decidir que informações a seu respeito devem ser tornadas públicas.

    A grande mídia se trai quando argumenta que suas perguntas não devem ser divulgadas de imediato para não serem “expostas aos concorrentes”. Com isso está dizendo que sua preocupação são os negócios. Mas, deve-se perguntar, que compromisso uma pessoa ou empresa que é interrogada por um jornalista é obrigada a ter com quem a interroga? Por que não pode revelar o que lhe perguntam, na hora em que bem entender? E, considerando que a pergunta feita é de interesse público, por que não responder a ela publicamente, mesmo que isso interfira na disputa comercial que os jornais têm entre si? Que obrigação ela tem com relação ao empreendimento comercial para o qual o jornalista trabalha? [N.E.: Lembrando que TVs e rádios são concessões públicas.]

  80. Miguel Says:

    3. O que os grandes jornais conservadores pretendem

    Em outra conjuntura, em 1957, como lembrou o jornalista Varon Cadena, que tem um blog na internet, o Congresso brasileiro instalou uma CPI que investigou, e provou, a relação das multinacionais de petróleo americanas, a Esso e a Shell, com os esforços que tinham sido desenvolvidos contra a criação da Petrobras no governo de Getulio Vargas, em 1953. Na época, diz Cadena, as duas multinacionais, por meio de agências de publicidade, como a McCann-Erickson e a J.W. Thompson, “bonificavam a imprensa amiga com generosas verbas de publicidade” em troca de um noticiário contrário à campanha “O petróleo é nosso”, que levou à lei de criação da estatal brasileira de petróleo. Aliás, a lei foi sancionada por Vargas um ano antes de sua morte trágica, na qual a imprensa conservadora teve papel central, com sua campanha de denúncias contra o presidente. E a CPI de 1957 só saiu porque, com a morte de Vargas, houve intensa mobilização popular e os conservadores perderam as eleições presidenciais de 1955, quando se elegeu Juscelino Kubitschek pela coligação PTB-PSD, derrotando Juarez Távora, da UDN.

    O negócio do petróleo, como se sabe, é uma arena de ferozes disputas. A Petrobras é um dos gigantes nesse ambiente. Seu controle estatal existe, do ponto de vista político, porque é o governo brasileiro que nomeia toda a sua direção executiva e seu conselho de administração. Mas o controle estatal das ações da companhia é precário. Numa lista das 20 maiores empresas do setor publicada pela revista The Economist em abril de 2005, 11 (de Arábia Saudita, Irã, Iraque, Kuait, Venezuela, União dos Emirados Árabes, Líbia, Nigéria, México, Qatar e Argélia) tinham 100% de suas ações em mãos do Estado, e, das outras três com controle estatal, o governo brasileiro era o país que tinha a menor fatia em sua petroleira: apenas 32% do total das ações da Petrobras. A China tem 90% das ações da PetroChina, e a Rússia, 73% das ações da Gazprom.

    Do total das ações privadas da Petrobras, cerca de 50% estão nas mãos do capital estrangeiro, depois do esforço de privatização desenvolvido pelos governos Fernando Henrique Cardoso e Fernando Collor de Mello. As seis empresas privadas da lista — Exxon Mobil e Chevron Texaco, americanas; Lukoil e Yukos, russas; British Petroleum, britânica; e Total, francesa — tinham reservas relativamente pequenas, abaixo de 16 milhões de barris, faixa na qual se situa metade das empresas. Além do mais, ano a ano têm perdido posição e estão, portanto, em uma luta de sobrevivência para aumentá-las.

    Nesse contexto, as reservas brasileiras estão em disputa. Com as do pré-sal já descobertas, a Petrobras pulou dos últimos lugares entre as 20 maiores para o meio da lista. Pode ser que haja muito mais petróleo ainda e que as reservas brasileiras passem a ser das maiores do mundo. Como divulgamos em nossa edição nº 15 (“Uma proposta para o pré-sal”), em entrevista com um dos maiores especialistas do País na questão energética, Ildo Sauer, da Universidade de São Paulo (USP), a suspensão da política liberal de concessões para exploração do petróleo é aspiração de uma ampla frente de forças populares. O propósito da entrevista foi a homenagem a Sauer por diversas entidades de trabalhadores e engenheiros, pela Ordem dos Advogados do Brasil, pela Associação Brasileira de Imprensa e por personalidades do movimento democrático, nacional e popular.

    Como se sabe, a partir de 2007, depois de um esforço técnico e científico de décadas, a Petrobras acabou por achar petróleo em todos os poços que perfurou nas concessões que tem na gigantesca formação rochosa conhecida como microbiolito, de cerca de 200 quilômetros por 800 quilômetros de extensão, originada com a separação dos continentes africano e americano. Sauer foi diretor da Petrobras quando a empresa pediu ao presidente da República a suspensão de todas as concessões na área do pré-sal. Inúmeras concessões já haviam sido feitas nessa área, várias delas para empresas estrangeiras. Na entrevista a Retrato do Brasil, Sauer apontou um problema óbvio. As concessões tinham sido feitas com cláusulas voltadas para premiar o risco exploratório. Com as descobertas da Petrobras, disse Sauer, é absolutamente justo considerar o risco inicial, justificador dos contratos, como não mais existente.

    A questão, agora, é dimensionar a quantidade de petróleo que existe na área sabidamente petrolífera. Sauer, então, propôs que o governo brasileiro contrate a Petrobras para o levantamento inicial dessas reservas e, ao mesmo tempo, inicie o debate para decidir sobre a forma de explorar os recursos. Sem um debate nacional, sem grande participação popular, diz ele, corre-se o risco de haver uma reforma da lei do petróleo como a feita no setor elétrico, que acabou gerando, em cinco anos, um favorecimento de cerca de 10 bilhões de reais para os consumidores do chamado mercado livre de energia, que a reforma não desmontou. No setor do petróleo, o prejuízo pode ser de dezenas de bilhões de reais por ano, disse Sauer a RB.

    [N.E.: Há um projeto de lei no congresso, PL-5334/2009, defendendo que o país implemente as idéias de Sauer]. O deputado federal Brizola Neto (PDT-RJ) diz, com razão: o Brasil vai leiloar um bem que não conhece direito; por que não faz um inventário desses recursos antes, como Sauer propõe?

    Há muito que investigar no setor de petróleo no Brasil, e a CPI da oposição e os grandes veículos da mídia liberal conservadora não estão preocupados em investigar o que é mais relevante. Querem calar a Petrobras para completar a operação que visa assumir o seu controle.

    Texto: Revista Retrato do Brasil – No 24 – Julho de 2009

  81. Daniel Says:

    Fiquei um mês sem entrar aqui (sorry!), e o que me chama atenção é ver que as ratazanas petistas que infestavam esse blog sumiram. O que houve? A realidade entrou à força nas cabeças dos canalhas? Deram o braço a torcer e resolveram usar os três neurônios ao mesmo tempo?
    Devolvam a Petrobrás pros brasileiros. CPI neles!!!

  82. juca bala Says:

    Quando foi publicada a marmelada da Fundação Sarney com a Petrobrás a cambada tirou o time de campo!

    E agora que foi instituída a CPI da Petrobrás, foram todos lá destruir e queimar arquivos.

    Quiá!! Quiá!! Quiá!!

  83. Chiste Says:

    NO GOVERNO PETRALHA TUDO É POSSÍVEL, SÓ NÃO PODE IRRITAR O “GRANDE GURU”.

    Luis Inácio deixou bem claro que o dinheiro dos cofres públicos esta no bolso “dele”, através do gesto enfático, quando bateu a mão no bolso afirmando que “Ele” emprestou ao FMI.

    Dinheiro é poder e quem o tem manda e os que têm juízo obedecem; mas seja em qualquer situação nunca prostitua seus princípios. O ser humano quando perde a vergonha é capaz de tudo na vida.

    (I Coríntios 6:12) “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm”

  84. LULA Says:

    Pois pode acabar, cumpanhêro.

    Que quem não fala cum crasse média tucana frustrada sô eu.

    Até 2014!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: